Letonia Brasil

Quem Somos?

A Associação Brasileira de Cultura Leta (ABCL) é uma organização não-governamental fundada em 1979 por descendentes de letos no Brasil. Nós somos uma equipe dedicada de voluntários que amamos a Letônia.

Nosso objetivo é preservar a Cultura Leta e a História dos Letos no Brasil, ajudar os jovens letos a conhecerem suas raízes e promover a união da comunidade. Para isso, trabalhamos com diversas entidades e grupos locais.

Junte-se a nós! Todo talento e esforço é bem-vindo na nossa equipe!

O Que Fazemos?

Nós temos diversos projetos para relatar a história e cultura dos letos do Brasil, como os artigos no blog e entrevistas gravadas. Nossas redes sociais também promovem turismo e divulgam notícias da Letônia.

Nós também promovemos eventos próprios, como a Festa Līgo em Nova Odessa, ou participamos de outros eventos culturais. Sempre buscamos apoiar eventos realizados pelas comunidades locais.

Se você também quer saber sobre a Letônia, basta perguntar para nós!

Siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro!

Nossa História

1889

A Letônia era ocupada pelo Império Russo. Fugindo da perseguição, as primeiras famílias letas chegaram ao Brasil e fundaram a colônia de Rio Novo, em Santa Catarina. Outras ondas de imigração em 1890 e 1891 trazem mais colonos, espalhando a cultura leta por SC e RS.

1918

Durante a Primeira Guerra Mundial, a Letônia se torna um campo de batalha entre o Império Russo e a Alemanha. Com o final da guerra, a Letônia declara sua independência no dia 18 de Novembro. Mas ainda precisa lutar as tropas alemães e russas. A guerra de independência da Letônia acaba em 1920.


1922

A maior onda de imigrantes letos chega ao Brasil, desta vez se estabalecendo em Varpa, no interior de São Paulo. Vários colonos também se espalham por cidades em SP e MG. Imigrações menores continuam até o ano de 1928.

1940

A Segunda Guerra Mundial chega à Letônia. Milhares de letos morrem na guerra ou em campos de extermínio da União Soviética ou Alemanha Nazista. No final da guerra, a Letônia ficou sob o lado Soviético da cortina de ferro. Muitos são perseguidos e poucos conseguem fugir para o exterior.


1979

Com seu país natal ocupado, os letos que vivem no mundo livre se juntam em organizações para preservar a Cultura Leta. Entre elas nasce a ABCL (Associação Brasileira de Cultura Leta), em 26 de Maio. Seu objetivo é lutar pela liberdade da Letônia.

1990

No dia 04 de Maio, a Letônia declara sua independência da União Soviética. Depois de uma tentativa fracassa de invadir a Letônia livre, o regime Soviética desaba. Nas décadas seguintes, a ABCL começa a realizar eventos para reatar os jovens letos com suas raízes.

2018

Comemoramos os 100 anos de independência da Letônia com o 1º Festival de Cultura Leta. Pela primeira vez na história um coral e grupo de dança brasileiros participam do Dziesmu Svetki na Letônia.

Artigos Recentes

Comunidade